O mito da redação

Muitos alunos ficam apavorados quanto têm que escrever, acham a redação um muro intransponível com um poço logo abaixo, que os engolirá se não forem bem sucedidos.

Antes de mais nada, para escrever bem é necessário dominar o idioma no qual se escreve e para conhecê-lo o melhor é ler bastante. Clareza de idéias é outra coisa fundamental, pois ao escrever você precisa transmitir de forma clara tudo aquilo o que pensa a respeito do assunto.

Como tudo nessa vida, lembre-se que seu texto precisa ter começo, meio e fim e que seu leitor precisa perceber claramente essas partes distintas nele. Portanto não se apresse, antes de começar a escrever pense bem sobre o assunto e só depois de organizar as “partes” em sua cabeça ponha mãos à obra.

Tente não usar palavras que não conhece direito, ou cujo significado não sabe muito bem para evitar cometer algum engano que comprometa todo o texto. Lembre-se que quanto mais próximo à sua maneira de falar você escrever, melhor conseguirá passar a idéia ao seu leitor.

Procure não usar gírias ou termos muito técnicos pois isso torna a leitura cansativa e pouco compreensível. Tente não “enrolar” muito, seja o mais objetivo possível e – por favor – evite cair em contradição.

No início do texto introduza o assunto e já dê uma “prévia” do raciocínio que irá desenvolver. É importante que seu leitor saiba de antemão que você vai falar a respeito do nazismo, por exemplo, e que você é contra – ou a favor. Se você vai simplesmente discorrer sobre o assunto mas não quer influenciar com sua opinião, informe-se bem antes sobre o que vai escrever para expor dados suficientes, permitindo assim que seu leitor forme sua própria opinião.

No “meio” – ou corpo – do texto, coloque os dados dos quais dispõe (não esquecendo de citar a fonte para que seu texto ganhe credibilidade) e evite sinais de incerteza como “eu acho”, “tenho a impressão”. Substitua por: “em minha opinião”, “sob meu ponto-de-vista” e expressões que dêem a seu leitor a certeza de que você sabe do que está falando. Se quiser pode acrescentar mais dados ou estatísticas, mas tome cuidado para não tornar seu texto confuso e enfadonho.

Existem opções para encerrar seu texto, você tanto pode dar o “golpe final” com algum dado contundente que comprove a sua opinião, ou jogar a pergunta para o leitor, para que ele mesmo tire suas próprias conclusões.

Seguindo passos simples e treinando bastante você poderá em breve escrever sobre qualquer assunto sem ficar nervoso e com o tempo definirá seu próprio estilo.

Leia também:
Para ter uma boa redação

(zailda coirano)

4 Comentários

  1. Eu leio bastante sobre assuntos variados, mas toda vez que tenho que fazer redação eu fico desesperada, ate tenho assunto, mas não consigo expo. Vocês conhecem algum curso!

    • Olá Maria
      Há vários textos aqui no blog, com dicas sobre como escrever uma redação e alguns links úteis de cursos e material didático.
      Um abraço.

Trackbacks

  1. Para ter uma boa redação « Aprenda Fácil
  2. Redação - Narração « Aprenda Fácil
%d blogueiros gostam disto: