Dúvidas, gente?

É comum ao terminar uma explicação ouvir-se essa frase do professor e tão comum quanto ela é aquela entreolhada que se dão os alunos, analisando a situação para descobrir se mais alguém ou só ele mesmo não entendeu nada.

Quando o professor pergunta se alguém tem uma dúvida, o melhor a fazer é expor a sua. Não deixe suas dúvidas para amanhã porque amanhã será outro dia e o professor terá outras informações para passar à sua classe.

O olhar que o aluno lança ao seu redor antes de arriscar uma pergunta é natural, porque ninguém quer passar por “burro” ou pagar mico perguntando o que é óbvio para todo mundo. Mas o “todo mundo” nesse caso não importa muito, porque apesar de a explicação ser dirigida a um grupo, é necessário saber se todos os elementos a entenderam perfeitamente para seguir adiante.

Se você tem uma dúvida e se cala, está sinalizando para seu professor que está tudo bem, e ele partirá adiante e sua dúvida com certeza em breve não estará mais só, haverá muitas outras juntando-se a ela.

Quando não entender, pergunte. Não importa se os outros vão dar risada por considerar sua pergunta idiota. E pode ser também que os outros tenham entendido menos ainda que você e por isso não sabem nem por onde começar a perguntar.

A informação gera dúvidas, a ignorância total não. Eu, por exemplo, não tenho uma dúvida sequer sobre física quântica, uma vez que me confesso uma ignorante total no assunto. Tampouco tenho quaisquer dúvidas sobre grego pois de grego não entendo nada de nada. Ter dúvidas significa que você está no caminho certo, mas só esclarecendo-as você conseguirá chegar lá.

Por isso quando tiver dúvidas não permita que seu professor pense que não as tem. É importante para ele também saber se todos entenderam ou não porque essa informação o orientará sobre como e em que velocidade conduzir as próximas explicações. Dê ao seu professor a exata noção da realidade que você está vivendo para que ele possa ajudá-lo e à sua classe também.

Não se cale da próxima vez que ouvir: “dúvidas, gente” e você tiver alguma. Não se envergonhe de perguntar porque perguntar é uma excelente fonte para se obter informação e a informação é o bem mais valioso nos tempos que vivemos.

Leia também:
Ano novo, vida nova
O trabalho de casa
O prazer de aprender
Como estudar para a prova
Como estudar
Atendendo a inúmeros pedidos

(zailda coirano)

5 Comentários

  1. Marco Aurélio

    Sou muito agradecido por existir esse meio de comunicação em que posso obter informações valiosas, além de tudo o que li por aqui me serviu de incentivo à reflexão advinda de ação efetiva. Serei sempre grato e deixo meus parabéns e sempre muito mais sucesso neste empreendimento,,,

    • Marco Aurélio, obrigada pelas palavras de incentivo, pode ter certeza que esse tipo de comentário faz com que a cada dia eu tente fazer um trabalho mais completo. Apareça sempre!

  2. agatha

    Oi gostei muito de ler as informaçoes q vc escreveu.. tiver uma boa dicar para me sair melhor na prova muito obg mesmo…ultimalmente minhas notas estao muito ruins n consigo estudar,mais agora aprendir melhor valeu mesmo gostaria q se vc pudesse me manda-se mais dicas pra mim tirar boas notas valeu mesmo muito obrigado…beijoss

    • Ol Acompanhe as postagens do blog, sempre posto dicas para melhorar o aprendizado. Um abrao Zailda Coirano

Trackbacks

  1. Perguntar não ofende « Aprenda Fácil
%d blogueiros gostam disto: