Você está fazendo o que gosta?

Muita gente faz cursos por pura obrigação, por imposição da profissão ou do mercado de trabalho. E o resultado é que ficam o tempo todo brigando consigo mesmos porque não gostam do que fazem. Se você é um deles e acha que o remédio é amargo,  pode ser amargo mas é necessário, então torne sua vida mais fácil. Pare de resistir e comece a analisar o curso que está fazendo.

Escreva numa folha tudo de bom que há em seu curso. Os colegas. O papo no intervalo. O café. O resultado bom na prova. A perspectiva de um futuro melhor. A promoção no final do curso. Coloque todos os pontos positivos num papel, já que os negativos você já vem repetindo desde que se matriculou no curso, ou desde que decidiu se matricular.

Será que com todas essas vantagens você ainda tem coragem de dizer que não gosta? Não acredito. Mude de atitude. Você não quer gostar para não dizer que mudou de opinião. Pura teimosia. Comece a curtir o que faz. E se não pode com eles, junte-se a eles. O melhor negócio se você não pode fazer tudo o que gosta é aprender a gostar do que faz.

Leia também:
O que é mais importante para encontrar um bom emprego?
A formação acadêmia como ferramenta para o emprego

Zailda Coirano

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: