10 dicas para escrever um texto

escreverEscrever um texto não é tarefa fácil mas também não é nenhum “bicho de sete cabeças”. Também não é verdade que algumas pessoas não conseguem e jamais conseguirão escrever bem. Claro que alguns têm talento e outros não, mas há técnicas e dicas que se bem aproveitadas não irão decepcionar. Você não vai virar nenhum Stanislaw Ponte Preta da noite para o dia, mas pode melhorar muito sua forma de escrever.

Infelizmente todo mundo (mesmo quem não escreve bem) sabe quando o texto que está lendo é uma porcaria, então vale a pena caprichar para que os outros tenham prazer em ler o que você escreveu.

Eu não tenho a solução mágica, mas algumas dicas que podem ajudar:

1 – Comece a ler

Se a gente aprende por experiência própria também pode aprender com a experiência alheia. Comece com um livro de poucas páginas e sobre algum assunto interessante. Procure entre os autores recomendados, não arrisque nos desconhecidos. Alguns deles, apesar de terem escrito um livro, podem escrever pior que você e o que se pretende é melhorar e não adquirir vícios que você não tinha antes. Machado de Assis, Jorge Amado, estão entre os nomes que eu recomendaria. Leia um capítulo por dia (ou por semana, dependendo do seu tempo disponível) e preste atenção ao uso das palavras, à forma que descrevem o ambiente e os personagens, como constroem as frases, etc.

2 – Faça um resumo

Antes de começar a escrever faça um resumo, tome notas, enumere os assuntos que deseja abordar. Se for uma redação, enumere prós e contras, trace um “esqueleto” do que será o seu texto. Dessa forma você já terá uma ideia de como abordar o assunto principal.

3 – Ordene o texto

Como bem já dizia minha professora no primário: texto tem que ter começo, meio e fim. Se ficar indo e voltando vai deixar seu leitor zonzo e sem entender nada. Faça uma introdução (explicando o assunto central), desenvolva usando os tópicos do seu resumo e depois finalize, com uma conclusão.

Muitos textos bons acabam se perdendo porque não têm um final, acabam assim meio que no vazio, deixando a impressão de que o autor parou no meio para atender o telefone e depois esqueceu de terminar.

4 – Não use palavras que não conhece

Não caia na tentação de usar uma palavra só porque “rima”, soa bem ou você ouviu e achou bonita. Não é assim que seu texto causará boa impressão. Melhor ficar no feijão-com-arroz bem organizado que desembocar em terreno desconhecido e falar besteira.

Também não use palavras se não sabe a ortografia correta. Não arrisque e em caso de dúvida consulte antes um dicionário.

5 – Capriche na gramática

Não adianta escrever um texto bacana e bem organizado se estiver cheio de erros de gramática e ortografia. A maioria dos leitores cultos já abandona a leitura no primeiro parágrafo porque é muito chato encontrar um erro a cada parágrafo.

Escritores que cometem muitos erros perdem credibilidade. Pensamos: “se não sabe nem escrever, será que – pelo menos – sabe do que está falando?”

Se você não sabe, procure no dicionário, não assassine o português.

6 – Evite o uso de gíria e linguagem coloquial

Nem sempre o que falamos é o que escrevemos. Quando conversamos costumamos abreviar certas palavras, usar “cadê” no lugar de “onde está”. Na hora de escrever devemos caprichar um pouco mais, porque muitas pessoas lerão o texto e nem todas têm o mesmo nível cultural. Podemos escolher com quem falamos mas nunca sabemos ao certo quem irá ler o que escrevemos.

Se você conversa só com as pessoas do seu grupo, pode usar a linguagem que todos usam, mas na hora de escrever lembre-se que não serão apenas essas pessoas que lerão, então o que fica bacana dentro de um grupo pode até nem ser entendido fora dele.

7 – Evite frases muito longas

Quanto mais longa a sua frase, maior será a chance de você se perder e esquecer de fechar aspas, completar um pensamento lógico, continuar depois da vírgula de onde parou. E também maior será a chance de seu leitor ficar confuso, não entender absolutamente nada e parar por aí.

Tente usar frases diretas e curtas, seja o mais claro possível e evite frases com 3 linhas ou mais porque além de confundir o leitor, seu texto torna-se cansativo.

8 – Seja coerente

Procure dar o mesmo tom ao seu texto do início ao fim. Se começou criticando um filme, não vá elogiar no final. Se começou dizendo que a peça foi uma maravilha não vá contar depois que não via a hora de acabar.

Claro que esses são exemplos extremos, mas mais de uma vez li um texto e ao final não saberia dizer se era contra ou a favor.

9 – Saia de cima do muro

Se for expressar algo contra, muna-se de argumentos lógicos. O mesmo se for a favor. Caso não seja contra nem a favor, muito antes pelo contrário, apresente argumentação contra e a favor e deixe que o leitor se decida.

Qualquer que seja o seu estilo (tomando partido ou sendo neutro) deixe isso claro já no início para não desapontar o leitor, que pode achar que lerá elogios rasgados ao seu cantor preferido e depois fica insatisfeito quando encontra um texto isento e distanciado de posicionamentos.

10 – Pouco é muito

Ao menos no início tenha em mente que quanto menos escrever, menos erros irá cometer. É bem melhor escrever um texto curto de 30 linhas que tenha coesão, seja claro e fácil de entender, do que escrever um montão de bobagens em 3 páginas e meia. Não vá com muita sede ao pote, vá acostumando-se e aventurando-se aos poucos.

E lembre-se: escrever – assim como dirigir, fazer tricô, nadar, jogar baralho, etc. – a gente aprende fazendo. A prática fará com que escreva cada vez melhor, portanto não desista na primeira tentativa frustrada. Escreva um pouco a cada dia, esteja sempre atento a novos assuntos e novas abordagens, procure combustível para seus textos em conversas, livros, televisão e tente aprender mais, sobretudo com seus erros.

Tenho certeza de que ainda lerei textos seus e pensarei: “Nossa, como essa pessoa escreve bem!”

Verdinha

4 Comentários

  1. DORACY R. DOMINGUES

    Zailda Coriano . Amei ler as 10 dicas para escrever.
    Meu muito obrigado de paixão.
    Dora

  2. Excelentes dicas. Muito bom o blog. Parabéns…

    QuasePublicitários
    [O blog do aluno de publicidade]

  3. Thaiis

    Nossa eu amei as dica vo visitar sempre seu blog o que for gostei muito…

  4. Thaiis

    No texto ta escrito no 8-seja coerente não seu se ta certo mais ta assim:Claro que esses são exemplos extremos, mas mais de uma vez li um texto e ao final não saberia dizer se era contra ou a favor. a gente pode falar mas mais depois?

%d blogueiros gostam disto: