Volte a estudar

internetSabemos que para conseguir um lugar de destaque no mercado de trabalho é necessário ter capacitação e que a concorrência por vagas com salários mais altos e condições melhores é grande.

Não adianta “chorar por leite derramado’”. Se você não teve a chance de estudar ou teve que parar por algum motivo e agora sente na pele a falta que alguns diplomas podem fazer, não desanime. A hora é de correr atrás de uma capacitação e não de lamentar-se pelo que já passou.

Vou conseguir aprender?

Há cursos e cursos, e certamente você irá encontrar um curso que preencha suas necessidades, caiba no seu bolso e exija de você o tempo que você tem disponível para dedicar à sua qualificação profissional.

Na hora de escolher, leve em consideração 10 pontos abaixo:

1. Praticidade – hoje ninguém tem mais tempo para ficar correndo atrás de papelada e mergulhar na burocracia para fazer um curso. Também não dá para perder tempo em filas, então escolha um curso que simplifique para você. O que você quer é estudar e qualificar-se, e não gastar seu tempo tentando matricular-se.

2. Preço – há variações praticamente infinitas, de alguns reais por mês a milhares. Um curso barato não significa de baixa qualidade, pode significar apenas que os custos foram reduzidos ao máximo para apresentar a você o melhor conteúdo.

3. Flexibilidade – se você é uma pessoa ocupada e não tem todo o tempo do mundo para estudar, se tem poucas horas por semana para dedicar-se, não escolha um curso com horários que não pode cumprir ou que seriam incômodos para você..

4. Locomoção – se para estudar você vai ter que se locomover muitos quilômetros por dia e gastar várias horas de lá para cá, esse pode ser um motivo que determine a longo prazo a sua desistência. Facilitar sua vida ao máximo não é preguiça, é praticidade.

5. Colocação – o curso que você vai fazer irá facilitar sua vida depois? Irá indicar seu currículo, dar-lhe um espaço para publicá-lo ou você será deixado a ver navios quando terminar? Veja se depois de fazer o curso a escola fornece ferramentas para facilitar sua colocação no mercado de trabalho.

6. Certificado – após o curso você receberá um certificado? Em alguns casos esse ponto pode ser a diferença entre conseguir o emprego de seus sonhos ou ficar eternamente esperando uma ligação que não vai jamais acontecer. Escolha um curso que ofereça depois um diploma válido em todo o território nacional.

7. Registro – se for fazer um curso à distância, esse curso está registrado? Está ligado a outras empresas idôneas? Empresas idôneas ou oficiais dificilmente estariam ligadas a cursos que deixam a desejar, portanto informe-se sobre isso na hora de tomar uma decisão.

8. Pessoal treinado –  esse curso tem em seu histórico o treinamento de pessoal de empresas grandes e idôneas? A quantidade de empresas que encaminha seus funcionários para um curso também é um forte indicador de que respeitam e reconhecem o treinamento como de qualidade, e serão essas mesmas empresas que irão contratar você. Com um diploma desse curso já será meio caminho andado na direção do seu sucesso.

9. Currículo – esse curso que você pretende fazer poderá ser incluído em seu currículo? Todo conhecimento é válido mas se puder também constar em seu currículo será duplamente benéfico para seu futuro profissional.

10. Professores – os profissionais que irão fornecer as informações foram treinados para isso? São profissionais credenciados para ensinar o que você se propõe a aprender? O processo ensino / aprendizado não depende só do aluno, é necessário ter profissionais competentes e capacitados para obter um bom resultado.

Se você está realmente considerando a possibilidade de voltar a estudar e dar um “up” em sua carreira, veja alguns cursos aqui.

CURSOS 24 HORAS

Leia também: Inglês online

assinaatura

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: