Aprenda a interpretar

livroJá foi constatado que mesmo sabendo ler e conhecendo o idioma a maioria das pessoas encontra dificuldades na hora de interpretar e entender realmente o texto que estão lendo. São vários os fatores que podem atrapalhar a interpretação e eles podem originar-se de várias fontes.

Origem dos problemas

1) Texto – rebuscado, técnico, longo, confuso, frases com duplo sentido (que nem sempre é percebido pelo leitor), erros de ortografia, pontuação incorreta.

2) Linguagem – texto escrito em linguagem não dominada pelo leitor (técnica, gírias, regionalismos, idioma estrangeiro).

3) Deficiência na leitura – leitor não acostumado a ler, impaciente (pulando trechos ou lendo em ordem diferente da qual o texto foi escrito), vocabulário pobre.

4) Estado de espírito – preocupações com outras coisas, sono, cansaço, dificuldade de concentração, ler por obrigação.

Dificuldades com o texto

Se o texto é indigesto, seja porque é rebuscado ou porque é longo ou escrito de forma diferente da qual está acostumado, leia um parágrafo de cada vez. Ao terminar o parágrafo pergunte a si mesmo o que entendeu (resumo mental). Se não for capaz de fazer isso leia novamente com atenção antes de ler o próximo.

Dificuldades de linguagem

Antes de começar a ler, dê uma olhada geral para decidir se irá ou não precisar de um dicionário. Talvez uma leitura prévia possa ajudar.

Por exemplo: antes de ler um artigo sobre “os efeitos do bullying na sociedade atual”, procure ler um artigo que explique o que é bullying se você não sabe. Já li textos técnicos que me obrigaram a dias de leitura prévia antes de começar a ler o texto que eu realmente queria ler.

Se o texto tiver muitas expressões e palavras técnicas (como um texto sobre economia, por exemplo) seria também uma boa ideia ter um bom dicionário.

Dificuldades na leitura

Quem não está acostumado a ler tende a ter mais problemas. Quanto mais você lê mais você se torna capacitado a entender o que lê. Não adianta querer ler pela primeira vez na vida e querer entender tudo da primeira vez.

Ler é um processo e a gente se torna melhor com a prática (como tudo na vida). Não adianta ficar impaciente e tentar entender sem ler. Se o texto é longo, puxe uma cadeira e prepare-se para o que vai fazer.

Quem lê às pressas e pulando trechos irá entender tudo errado. Ler dessa forma é perda de tempo, nossos olhos não irão “escanear para o cérebro” os textos sobre os quais passamos a vista. Cada palavra e frase tem que ser assimilada e entendida antes de passar para a próxima parte.

Estado de espírito

Se você está cansado ou com sono terá que ler várias vezes o mesmo trecho até entender. Deixe para outro dia, talvez não seja a melhor hora para exigir de seu cérebro.

Preocupação com outras coisas (uma prova amanhã) podem dificultar a concentração. “Entre no texto”, limpe a mente e deixe para pensar no que tem que fazer depois para depois. Leia o texto como se o autor estivesse falando com você, então dê-lhe sua atenção.

Ler por obrigação pode ser fatal, pense que mesmo sendo obrigado a ler, esse texto irá acrescentar cultura, informação, experiência, e que ao terminar será uma pessoa um pouquinho mais informada, culta ou terá se divertido com a piada. Mesmo que não tenha escolhido ler o texto, você poderá ler a contragosto, irritado (e portanto ler à toa) ou aproveitar a chance de conhecer mais, saber mais.

Leia também:

Ler para aprender

Material didático – interpretação de textos

10 dicas para (não) conseguir o que precisa

assinatura coração

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: