Prepare seu filho para ser alfabetizado

Creio que ninguém quer ter um filho analfabeto para sempre, mas nem todos os pais preocupam-se em criar um ambiente propício à aquisição das habilidades de escrita e leitura.

Atividades preparatórias

A escola maternal além de preparar a criança para a alfabetização também a prepara socialmente para conviver com outras crianças, partilhar, ser membro de um grupo. Em casa essas atividades não são desenvolvidas de forma satisfatória, mesmo que tenha uma família numerosa.

Em casa, entretanto, pode-se facilitar essa preparação fornecendo material para brincadeiras que envolvam o desenvolvimento dessas habilidades:

  • giz de cera, lápis de cor, canetinhas coloridas.
  • papel, papelão, cartolina.
  • lousa, quadrados de madeira com letras.
  • brinquedos que usem formas e cores.
  • colagens, revistas, livros.
  • tesoura sem ponta.

Todo esse material deve ser deixado à disposição da criança e deve-se também ensiná-la a manusear e brincar com eles. Adultos sempre são bem-vindos nessa brincadeiras.

Leitura

As atividades desenvolvidas com o material acima visam o desenvolvimento da coordenação motora (tão importante para o desenvolvimento da escrita) e reconhecimento de formas e letras. Para despertar na criança o interesse pela leitura é interessante ler livros de estórias à medida em que se mostram as figuras. Dessa forma será despertada na criança a vontade de decifrar por si mesma os caracteres, já que quanto mais motivada ela estiver, mais rápido e com mais eficiência será alfabetizada.

Idade para começar

Não existe uma idade ideal, mas por volta dos dois ou três anos, dependendo do interesse e habilidades da criança, pode-se iniciar dando-lhe folhas de papel e giz de cera. Também seria interessante encontrar-se uma parede em algum cômodo da casa ou mesmo fora dele onde ela possa desenhar e expressar-se à vontade.

Por volta dos 4 ou 5 anos já se pode recortar gibis ou livros de estórias (figuras) e a criança será capaz de ordená-los à medida em que se lê o enredo.

Escola maternal

Mesmo que a criança frequente uma escola maternal (o que seria uma boa ideia a partir dos 3 anos de idade), essas atividades irão contribuir para seu desenvolvimento futuro e devem fazer parte do cotidiano de seu filho, portanto reserve ao menos 1 hora por dia para “brincar” com ele.

Vejo que hoje em dia os pais tentam relegar tarefas tipicamente sob sua responsabilidade (como o ensino de boas maneiras e aquisição de valores morais) à escola, quando na verdade o contrário é o que melhor se adapta à uma educação de qualidade: os pais é que devem preparar o terreno para a alfabetização e educação escolar de seus filhos, garantindo que eles tenham o melhor aproveitamento possível com atividades que despertem o interesse e aquisição de habilidades que acarretarão em adequação e sucesso.

Leia também:

Ler para aprender

Aulas particulares

assinatura verde (2)

%d blogueiros gostam disto: