Querer é poder?

Já diz o ditado que “querer é poder”, mas será que basta querer? Todo ano recebo alunos que querem aprender inglês ou espanhol pelos mais variados motivos e já no primeiro semestre alguns começam a desistir, no final do curso estimo que 10% ainda estejam frequentando, a grande maioria dos que começaram ficou pelo caminho.

Quanto você quer?

A primeira coisa que eu questiono é esse “querer”, e por “querer” entenda-se: motivação. Se a motivação é forte, as chances de conseguir realizar o que pretende são muito grandes, mas se você quer falar inglês só porque viu sua atriz favorita falando numa entrevista ontem e achou uma gracinha, eu aconselharia que você pensasse melhor sobre o assunto.

Quanto mais forte for a sua motivação, ou quanto mais motivações você tiver, maior será a chance que terá. E se você é daquelas pessoas que não sabem o que querem, assim que mudar de ideia sua tendência será desistir.

Eu aconselho aos “vira-casacas” e aos “maria-vai-com-as-outras” a pensarem bem antes de começarem, porque mesmo quando parar for por uma opção livre, qualquer desistência implica em “fracasso” e esse nunca tem um gosto bom.

Quanto você quer investir em seu sonho?

Todo sonho tem um preço e antes de enfiar o pé na jaca analise seu tempo livre, quanto dele pode ou pretende dedicar ao que vai fazer, se o quanto irá gastar não comprometerá seu orçamento.

Quando começamos alguma coisa sem uma ideia realista, acabamos dando com os burros nágua. Antes de matricular-se num curso de idiomas, numa academia ou num curso de canto, pergunte quanto tempo terá que empregar para aprender, se há trabalhos extras, se há aulas extras, se há eventos ou trabalhos de final de período.

Se você vai fazer um curso de 2 horas de carga horária semanal, reserve pelo menos mais 4 para estudar e assim conseguir um bom desempenho. Isso sem contar a lição de casa. Esse tempo pode ser dividido: meia hora por dia, 2 horas no sábado e duas no domingo, aí é você quem decide.

Quanto de pressão você aguenta?

Se querer é poder, também é certo que só os fortes sobrevivem. Se você desiste no primeiro movimento contrário, com certeza não vai alcançar seu objetivo; se por outro lado a persistência (ou teimosia, como queira) for sua marca registrada, suas chances tendem a aumentar.

Assegure-se de que é isso mesmo o que quer, analise sua motivação (se é algo sólido ou uma brisa de verão), seja realista quanto ao tempo e dinheiro que pode gastar nisso, muna-se de coragem para enfrentar as adversidades e não perca o foco, tenha sempre em vista o seu objetivo e tenho certeza que irá chegar lá.

Zailda Coirano

Nessa postagem você aprendeu que querer só é poder se você for realista, esforçado e persistente.

Website   Web Rádio   Blog   Loja Virtual   Facebook   Twitter

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: